sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

2º Concurso de Fotografia


O Clube Peões da Caparica volta a lançar um desafio de Fotografia. Nesse sentido convidamos todos a participar no 2º Concurso de Feotografia do CPC.
 
Agradecemos também a divulgação do concurso pelos vosos contactos, até porque quanto mais participantes, mais interessante se tornará a iniciativa


Regulamento do 2º Concurso de Fotografia do Clube Peões da Caparica


O 2º Concurso de Fotografia do CPC é uma iniciativa organizada pela Secção de Aventura e Cultura, que tem por objectivo a busca valorativa da fotografia enquanto forma de expressão artística dinâmica e multifacetada, estimulando a criatividade daqueles que se dedicam, de forma profissional ou amadora, ao prazer de captar e fixar imagens.


Art° Primeiro
(Participantes)
a) O concurso é aberto a todos os fotógrafos amadores e profissionais.
b) Aos membros do júri é vedada a participação bem como aos seus familiares directos.

Art° Segundo
(Tema)
a) “O Mundo que me Rodeia”

Art° Terceiro
(Trabalhos)
a) Os trabalhos poderão ser a cores e/ou a preto e branco.
b) Cada participante pode apresentar a concurso até 3 trabalhos.
c) Só serão aceites trabalhos originais e que não tenham sido premiados noutros concursos.
d) Os trabalhos deverão ser apresentados com uma resolução de pelo menos 1800 dpis no seu lado maior.
e) Os trabalhos devem ser enviados por correio electrónico para o endereço concursocpc@gmail.com, com um único trabalho por mensagem, onde conste o título, o local de recolha da imagem, o nome do concorrente e uma memória descritiva com o máximo de 10 linhas.
f) Os trabalhos terão de ser inéditos e propriedade do autor, não se responsabilizando a organização por plágios ou direitos de autor.

Art° Quarto
(Prazo de entrega)
a) Os trabalhos deverão ser enviados até dia 31 de Janeiro de 2012.

Art° Quinto
(Júri)
a) O júri será constituído por 3 elementos:
· Um Artista Plástico convidado pelo CPC.
· Representante da Secção de Xadrez do CPC.
· Representante da Secção de Aventura e Cultura do CPC.
b) A decisão do júri é final e irrevogável não cabendo recurso.

Art° Sexto
(Prémios)
a) Os prémios a atribuir são os seguintes: 1º Lugar, 2º Lugar, 3º Lugar e as Menções Honrosas que o Júri achar por bem atribuir.
b) Os prémios serão entregues em cerimónia a realizar em data e local a confirmar.
c) Serão seleccionados os 20 melhores trabalhos para participar numa exposição.

Art° Sétimo
(Divulgação)
a) Os trabalhos apresentados a concurso e seleccionados pelo júri serão objecto de Exposição.

Art° Oitavo
(Disposições finais)
a) A organização CPC reserva-se o direito de expor, publicar ou reproduzir quaisquer dos trabalhos premiados, salvaguardando sempre a indicação do autor.
b) A participação no concurso pressupõe a plena aceitação do presente regulamento.

Art° Nono
(Certificados)
a) A todos os concorrentes será entregue um certificado de participação.

Art° Décimo
(Diversos)
a) Os casos omissos do presente regulamento serão resolvidos pelo júri.

Premiados do 2º Concurso de Pintura do CPC

A entrega dos prémios do 2.º Concurso de Pintura do CPC teve lugar no passado dia 17 de Dezembro de 2011, pelas 17 horas, na sede do CPC.

Aos que não puderam estar presentes, aqui fica a mostra dos trabalhos dos três primeiros prémios e identificação do respectivo autor:


1º Classificado
Ivan do Nascimento, 25 anos, Vila Nova da Caparica

2º Classificado
Yenny Jesus, 22 anos, Caldas da Rainha

3º Classificado
Rúben Nascimento, 21 anos, Vila Nova da Caparica

Todos os trabalhos a concurso revelaram grande qualidade gráfica, técnica, criatividade e expressividade. Os participantes são oriundos de diferentes áreas do saber, como a Pintura, o Design, o Direito, a Educação, a Sociologia, a Contabilidade, entre outras, o que só demonstra que a Arte, e a criação artística em geral, constitui uma fonte de interesse capaz de unir pessoas dos mais diversos mundos.

Estão, pois, todos de parabéns. Em nome da Secção de Aventura e Cultura do CPC, obrigado pela vossa participação e continuação de muito sucesso.

A Coordenadora-Adjunta, 
Patrícia Ferreira

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

CPC Canta as Janeiras

O Clube Peões da Caparica, pretende sair à rua e cantar as Janeiras para a comunidade residente na Vila Nova de Caparica.

Quem se quiser juntar a nós será um prazer, poderá sempre trazer amigos e divulgar a iniciativa.

Faremos os ensaios nos dias 2 e 4 de Janeiro pelas 21h00 na Sede Do Clube e sairemos à rua para cantar na noite de 6 de Janeiro também pelas 21h00.

Quem estiver interessado em participar nesta iniciativa deve enviar um mail para o endereço electrónico do Clube para que possamos contabilizar os participantes e distribuir a documentação (letras de músicas, etc.)



Contamos convosco!!!

Entrega de Prémios

O Clube Peões da Caparica procedeu à entrega dos Prémios dos Concursos:

1º Concurso de Desenho e Pintura Infantil do CPC
2º Concurso de Pintura do CPC
1ª Liga Fotográfica CPC

Queremos Agradecer a todos a vossa participação e presença no evento, contamos com aproximadamente 150 pessoas (participantes, familiares e amigos) ao longo da tarde.


Como nos foi pedido, assim que nos for possivel publicaremos  PDF com os vencedores do Concurso infantil para que os pais possam fazer o download.
Contamos convosco para futuras edições!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Entrega de Prémios

 O Clube Peões da Caparica realizará no próximo Sábado dia 17 de Dezembro a cerimónia de netrega de prémios dos seguintes concursos:

1ºConcurso de Desenho e Pintura do CPC das 15h00 às 17h00
2º Concurso de Pintura do CPC das 17h00 às 18h00
1ª Liga Fotográfic CPC das 18h00 às 19h00

Contamos com a vossa Presença, para mais uma tarde de Arte e Cultura!


quarta-feira, 30 de novembro de 2011

2º Concurso de Poesia do CPC

2º Concurso de Poesia do CPC


REGULAMENTO DO 2º CONCURSO DE POESIA DO CLUBE PEÕES DA CAPARICA


O 2º Concurso de Poesia do CPC é uma iniciativa organizada pela Secção de Aventura e Cultura, que tem como objectivo a busca valorativa da escrita enquanto forma de expressão artística dinâmica e multifacetada, estimulando a criatividade daqueles que se dedicam, de forma profissional ou amadora, ao prazer de transmitir mensagens e sentimentos através da escrita.

Art° Primeiro
(Participantes)
a) O concurso é aberto a todos os poetas amadores e profissionais.
b) Aos membros do júri é vedada a participação bem como aos seus familiares directos.

Art° Segundo
(Tema)
a) O tema do concurso é “O Mundo que me Rodeia”.

Art° Terceiro
(Trabalhos)
a) Cada participante pode apresentar a concurso até 3 trabalhos
b) Só serão aceites trabalhos originais em Língua Portuguesa, e que não tenham sido premiados em outros concursos.
c) Os trabalhos deverão ser enviados para concursocpc@gmail.com com a seguinte informação: o título do trabalho, nome do autor, pseudónimo, morada, contacto telefónico e endereço electrónico.
e) As obras admitidas a concurso terão de respeitar as seguintes características gráficas: formatação normalizada de uma página A4 do Word, em Fonte Times New Roman, tamanho 12 com espaçamento 1,5 entre linhas.
F) Os trabalhos terão de ser inéditos e propriedade do autor, não se responsabilizando a organização, por plágios ou direitos de autor.

Art° Quarto
(Prazo de entrega)
a) Os trabalhos poderão ser enviados até dia 30 de Dezembro de 2011, para: concursocpc@gmail.com ou através de correio para a morada: Clube Peões da Caparica, R. Pedro Álvares Cabral (EB1), Vila Nova de Caparica, 2825-049 Caparica. Os trabalhos enviados por correio deverão vir em envelope duplo. A informação de contacto no envelope exterior e no envelope interior os trabalhos com pseudónimo.

Art° Quinto
(Júri)
a) O júri será constituído por 3 elementos:
• Um convidado do CPC.
• Um representante da Secção se Xadrez.
• Um representante da Secção se Aventura e Cultura
b) A decisão do júri é final e irrevogável não cabendo recurso.

Art° Sexto
(Critérios de Avaliação)
a) Os trabalhos serão apreciados em função de sete critérios:
• Adequação ao tema
• Criatividade
• Correcção Linguística
• Conteúdo/Expressividade
• Jogos e simbolismos
• Correcta identificação dos trabalhos

Art° Sétimo
(Prémios)
a) Os prémios a atribuir são os seguintes: 1º Lugar, 2º Lugar, 3º Lugar e as Menções Honrosas que o Júri achar por bem atribuir.
b) Os prémios serão entregues em cerimónia a realizar na EB1JI da Vila Nova de Caparica, em data a confirmar.
c) Poderão ser seleccionados os 10 - 20 melhores trabalhos para participar numa exposição a realizar em Março de 2012.

Art° Oitavo
(Disposições finais)
a) A organização CPC reserva-se o direito de expor, publicar ou reproduzir quaisquer dos trabalhos premiados, salvaguardando sempre a indicação do autor.
b) A apresentação dos trabalhos pressupõe a plena aceitação do presente regulamento.

Art° Nono
(Certificado)
a) A todos os concorrentes será entregue um certificado de participação

Art° Décimo
(Diversos)
a) Os casos omissos do presente regulamento serão resolvidos pelo júri.

Contamos com a vossa participação


domingo, 13 de novembro de 2011

Teatro em V.N. Caparica - 19 nov. 2011


A Comunidade de Vila Nova de Caparica no próximo Sábado, dia 19 de novembro, às 21 horas leva à cena a peça "Paulo, o Apóstolo...".

Esta peça surge no âmbito da Inauguração da Creche da Sagrada Família, Centro Social Paroquial de Vila Nova de Caparica.

A peça foi escrita por duas dramaturgas - Fátima Raposo e M. Engrácia Antunes - desta comunidade. A peça envolve mais de 70 pessoas, e mais de uma centena de personagens, de todas as idades.

A peça relata as experiências de vida de Paulo, durante as suas viagens no Oriente Próximo, que aconteceram, essencialmente nos primeiros cinquenta anos da nossa era. Para nos ajudar a compreender as suas façanhas, as dramaturgas, colocam  em simultâneo nas cenas personagens do mundo de hoje que nos ajudam a viajar e a interpretar os acontecimentos, que ocorreram à dois mil anos.

Parabéns à comunidade, que conseguiu agregar-se em torno deste brilhante projecto!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

2º Concurso de Pintura CPC



REGULAMENTO DO 2º CONCURSO DE PINTURA DO CLUBE PEÕES DA CAPARICA

O 2º Concurso de Pintura do CPC é uma iniciativa organizada pela Secção de Aventura e Cultura, que tem por objectivo a busca valorativa da Pintura enquanto forma de expressão artística dinâmica e multifacetada, estimulando a criatividade daqueles que se dedicam, de forma profissional ou amadora, ao prazer de captar e reproduzir imagens e sentimentos.

Art° Primeiro
(Participantes)
a) O concurso é aberto a todos os Artistas amadores e profissionais.
b) Aos membros do júri é vedada a participação bem como aos seus familiares directos.

Art° Segundo
(Tema)
a) O Tema do Concurso é “O Mundo que me Rodeia”

Art° Terceiro
(Trabalhos)
a) Os trabalhos terão obrigatoriamente de ser feitos em suporte tela, com dimensões mínimas de 30X40cm e máximas de 100x100cm.
b) Cada participante pode apresentar a concurso no máximo 2 trabalhos.
c) Os trabalhos terão de ser inéditos e propriedade do autor, não se responsabilizando a organização por plágios ou direitos de autor.
d) Os trabalhos serão avaliados individualmente, tendo em conta a originalidade, a técnica, a mensagem e o cumprimento do regulamento.

Art° Quarto
(Entrega dos trabalhos)
a) Os trabalhos deverão ser entregues devidamente embalados e protegidos.
b) Os trabalhos devem conter no verso (canto superior direito) o nome do autor, o título da obra, a sua dimensão e técnica, contacto electrónico e telefónico (poderá ser colado um papel para não escrever na tela).
c) Cada trabalho deverá ser acompanhado por uma breve memória descritiva.
d) Os trabalhos devem ser entregues na sede do Clube - Rua Pedro Álvares Cabral (EB1/JI), Vila Nova de Caparica, 2825-049 Caparica, até às 19h00 do dia 30 de Novembro de 2011, ao cuidado da professora Teresa Frade.

Art° Quinto
(Júri)
a) O júri será constituído por 3 elementos:
• Um Artista Plástico convidado pelo CPC.
• Representante da Secção de Xadrez do CPC.
• Representante da Secção de Aventura e Cultura do CPC.
b) A decisão do júri é final e irrevogável não cabendo recurso.

Art° Sexto
(Prémios)
a) Os prémios a atribuir são os seguintes: 1º Lugar, 2º Lugar, 3º Lugar e as Menções Honrosas que o Júri achar por bem atribuir.
b) Os prémios serão entregues em cerimónia a realizar em data e local a confirmar.

Art° Sétimo
(Divulgação)
a) Os trabalhos apresentados a concurso e seleccionados pelo júri, serão objecto de Exposição.
b) Os trabalhos poderão ser levantados após termino da exposição (possivelmente em Abril de 2012)

Art° Oitavo
(Disposições finais)
a) A organização CPC reserva-se o direito de expor, publicar ou reproduzir quaisquer dos trabalhos a concurso, salvaguardando sempre a indicação do autor.
b) A apresentação dos trabalhos pressupõe a plena aceitação do presente regulamento.

Art° Nono
(Certificados)
a) A todos os concorrentes será entregue um certificado de participação.

Art° Décimo
(Diversos)
a) Os casos omissos do presente regulamento serão resolvidos pelo júri.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

1º Concurso de Desenho e Pintura Infantil do CPC



REGULAMENTO DO 1º CONCURSO DE DESENHO E PINTURA DO CLUBE PEÕES DA CAPARICA – “FAÇO ARTE PORQUE A SINTO”




Enquadramento

O 1º Concurso de Desenho e Pintura do CPC – “Faço Arte Porque a Sinto” é uma iniciativa organizada pela Secção de Aventura e Cultura, que tem por objectivo a busca valorativa das artes plásticas enquanto forma de expressão dinâmica e multifacetada, estimulando a criatividade daqueles que se dedicam ao prazer de reproduzir imagens e sentimentos.


Na maioria dos casos, através das cores e dos desenhos que fazem, é possível perceber o intelecto da criança, melhorando em grande escala a performance educativa e escolar.

Art° Primeiro
(Tema)
a) O tema é “Faço Arte Porque a Sinto”
Art° Segundo
(Participantes)
a) Podem participar no Concurso de Desenho e Pintura Infantil do CPC todos os alunos inscritos nos ATL’s das escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico no Concelho de Almada.
b) Aos membros do júri é vedada a participação, bem como aos seus familiares directos.
c) O Concurso será dividido em 4 escalões:
• Escalão 1 individual – crianças dos 5 aos 7 anos
• Escalão 2 individual – crianças dos 8 aos 9 anos
• Escalão 3 individual – crianças dos 10 aos 11 anos
• Escalão 4 Grupo
d) Por turma de ATL poderão igualmente ser feitos trabalhos em grupos de no mínimo 3 e no máximo 5 elementos, não havendo escalão etário e sendo os trabalhos avaliados como um todo.
e) No caso dos trabalhos feitos em grupo, estes poderão ser esculturas.

Art° Terceiro
(Trabalhos)
a) Nos escalões 1,2 e 3, os trabalhos poderão ser apresentados em qualquer suporte e concebidos com qualquer material de pintura ou equivalente.
b) No escalão 4, os trabalhos poderão ser concebidos com qualquer material.
c) Terão obrigatoriamente de ter como dimensão mínima uma folha A5 máxima uma folha A3.
d) As dimensões máximas para as esculturas (unicamente possíveis no escalão 4) serão de 100cm X 100cm X 100cm e deverão ser discutidas com o Monitor responsável pelo grupo, sendo criado um texto descritivo que acompanhe a obra.
e) Cada participante ou grupo pode apresentar a concurso apenas 1 trabalho.
f) O Trabalho deve vir identificado no verso com o nome do autor, o nome do Monitor responsável e o nome da Escola que frequenta.
g) Os trabalhos terão de ser inéditos e da autoria dos participantes, não se responsabilizando a organização por plágios, direitos de autor, ou desclassificação por suspeita de “mão-adulta”.
h) Os monitores só poderão intervir na concepção do trabalho no caso de uso de materiais como, por exemplo, pistola de cola à quente, que ponham em perigo a integridade física das crianças.
i) Os trabalhos serão avaliados individualmente, tendo em conta a originalidade, a técnica, a mensagem, a criatividade e o cumprimento do regulamento.
j) Os trabalhos premiados deverão integrar o Projecto SolidariedAr-te, servindo, enquanto nobre causa, para apoiar instituições de solidariedade social através das artes.

Art° Quarto
(Prazos e Entrega dos trabalhos)
a) Os Monitores responsáveis pelas turmas de ATL deverão comunicar à organização o interesse em participar na iniciativa até ao dia 10 de Novembro, através do endereço concursocpc@gmail.com,
b) Posteriormente, ser-lhes-á enviada uma ficha de inscrição que deverão preencher e entregar especificando o nº de trabalhos, em que escalão se inserem e o nome dos autores. Até ao dia 25 de Novembro.
c) Os Monitores responsáveis pelas turmas de ATL comprometem-se a entregar pessoalmente o conjunto de trabalhos do seu grupo, devidamente embalados num mesmo “pacote” (poderá ser dentro duma caixa de cartão, por exemplo), identificando o exterior da caixa apenas com o nome do monitor responsável, o nome da escola, o nome do concurso e deixando junto de trabalhos ao cuidado da Professora Teresa Frade.
d) Os trabalhos devem ser entregues na sede do Clube - Rua Pedro Álvares Cabral (EB1/JI), Vila Nova de Caparica, 2825-049 Caparica, até às 19h00 do dia 30 de Novembro de 2011.
e) Os Monitores responsáveis pelas turmas de ATL devem garantir que os encarregados de educação autorizam os seus educandos a participar nesta iniciativa do CPC entregando juntamente com os trabalhos o comprovativo dessa autorização.
f) Caso a autorização dos encarregados de educação não seja entregue os trabalhos serão automaticamente excluídos do concurso e não serão alvo de avaliação por parte do painel de jurados.
Art° Quinto
(Júri)
a) O júri será constituído por 3 elementos:
• Um convidado com provas prestadas dentro da área do Concurso.
• Representante da Secção de Xadrez do CPC.
• Representante da Secção de Aventura e Cultura do CPC.
b) A decisão do júri é final e irrevogável não cabendo recurso.
c) Do resultado do concurso lavrará o júri uma acta que terá oportuna divulgação no acto da entrega dos prémios.

Art° Sexto
(Prémios)
a) Os prémios a atribuir são os seguintes: 1º Lugar, 2º Lugar, 3º Lugar e as Menções Honrosas que o Júri achar por bem atribuir em cada um dos 4 escalões.
b) Os prémios serão entregues em cerimónia a realizar em data e local a confirmar.
c) A todos os concorrentes será entregue um certificado de participação.

Art° Sétimo
(Divulgação)
a) Os trabalhos apresentados a concurso e seleccionados pelo júri, serão, se possível, objecto de Exposição.

Art° Oitavo
(Disposições finais)
a) A organização CPC reserva-se o direito de expor, publicar ou reproduzir quaisquer dos trabalhos a concurso, salvaguardando sempre a indicação do autor.
b) A apresentação dos trabalhos pressupõe a plena aceitação do presente regulamento.
Art° Nono
(Diversos)
a) Os casos omissos do presente regulamento serão resolvidos pelo júri.


Vila Nova de Caparica, 17 Outubro de 2011




terça-feira, 4 de outubro de 2011

Caminhada da República


CAMINHADA DA REPÚBLICA
05 /10/2011

Raposo – Porto Brandão – Belém -- (porto Brandão raposo)

Assinalando as comemorações do centenário da república o C R União Raposense leva a efeito uma caminhada que integrará a travessia de barco porto Brandão Belém, onde faremos um piquenique e usufruirmos do programa do aniversário da república.

Concentração - 9:00 h junto à Escola B. 2/3 M. de Caparica, na rotunda do cruzamento da R. do Raposo de Cima com a R. dos Três Vales.

Nota:
Seja auto-suficiente. Leve água e um pequeno farnel para o piquenique.
Inscrições no CRU Raposense ou nos telefones indicados 2,1 € para pagamento do bilhete de barco.

domingo, 11 de setembro de 2011

3ª etapa da Liga Fotográfica CPC


Tema: Almada Cidade

REGULAMENTO DA 1ª LIGA FOTOGRÁFICA DO CLUBE PEÕES DA CAPARICA



[OBJECTIVO]
a) A 1ª Liga Fotográfica do Clube Peões da Caparica é organizada pela Secção de Aventura e Cultura, com o objectivo de dar a conhecer o município na sua vertente turística e artística.

[REALIZAÇÃO]
a) A Liga realiza-se durante 3 meses, Julho, Agosto e Setembro de 2011, sendo que cada mês terá um tema diferente.

[FORMA DE PARTICIPAÇÃO]
a) A participação está aberta a todos os interessados, bastando para tal ter uma máquina fotográfica digital.
b) O envio das fotos deve ser feito até ao dia 30 de cada mês, para o endereço electrónico 1ligafotograficacpc@gmail.com. Fornecendo nome e idade se for membro de uma equipa que esteja a participar no prémio Bulhão Pato deve indicar também o nome da equipa, telefone e e-mail.
c) Esta iniciativa conta para o prémio Bulhão Pato, tendo cada equipa conforme o número de participantes e resultados alcançados, mais pontos no somatório final.
d) A iniciativa é gratuita.
e) As imagens têm de ser gravadas em formato jpeg, na resolução mais alta que o aparelho tiver.
f) Cada Concorrente pode participar com 3 fotografias por mês.
g) Não serão aceitas fotografias depois das 00:00 do dia 30 de cada mês.

[JÚRI]
a) O júri será composto por um especialista da área.
b) O júri é soberano nas suas decisões, não cabendo recurso sobre as mesmas, e poderá não atribuir a totalidade dos prémios ou mesmo qualquer prémio se os trabalhos não tiverem o nível pretendido.

[CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO]
a) Os trabalhos serão avaliados em 7 categorias, cada uma delas com cotação de 1 a 10 pontos.
- Adequação ao Tema
- Qualidade Gráfica (Cor, contrastes)
- Enquadramento (Tipo de Planos e Regras Fotográficas)
- Criatividade (Perspectiva dos fotógrafos e do espectador)
- Expressividade (Perspicácia na interpretação)
- Simbolismo (mensagem a transmitir)
- Correcta identificação dos Trabalhos (dados)

[PRÉMIOS]
a) Os prémios serão sempre simbólicos uma vez que o clube não cobra taxa de inscrição e por conseguinte não possui uma verba para a aquisição de qualquer lembrança. Serão portanto, ofertas das entidades que nos apoiam.
b) Os vencedores serão anunciados durante o mês seguinte.
c) Os prémios serão anunciados oportunamente.

[DIREITOS DE UTILIZAÇÃO]
a) O Clube Peões da Caparica ficará detentor dos direitos de utilização sobre todas as imagens da Liga podendo usá-las futuramente, salvaguardando a identificação dos autores.

[OMISSÕES]
a) A participação na Liga pressupõe a aceitação do presente regulamento, cujos casos omissos serão resolvidos pela organização.


Participem, como alguém disse..."uma imagem vale mais do que mil palavras"

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

No meio do Mediterrâneo

Desde Maiorca…

Em pleno Mediterrâneo, Maiorca é a maior ilha do Arquipélago das Baleares, pertencente a Espanha. Há muito que andava na minha mente como destino de uma próxima estadia de férias. Aconteceu este ano, em família, de 19 a 24 de Julho. Já sabia que a presença humana nesta ilha, dada a sua localização, clima e fertilidade das suas terras baixas, era inevitável desde que os homens conseguiram deslocar-se com recurso a toda a espécie de embarcações. Por aqui passaram todas as civilizações mediterrânicas e muitas delas, com destaque para os romanos e muçulmanos, deixaram inúmeros vestígios patrimoniais.
Um aspecto da Praia de Peguera
A nossa praia era óptima, em termos de tranquilidade (Peguera, a Oeste de Palma). A maior parte dos turistas falavam alemão, dir-se-ia uma estância balnear alemã, por excelência. Jornais, publicidade de rua, informações para turistas, tudo em alemão. O castelhano e o maiorquino às vezes nem como língua em 2.º destaque apareciam. A limpeza da água e da praia – com bandeira azul é claro – eram excelentes. Quanta à temperatura da água, magnífica. A paisagem em volta da praia também era muito bonita, fazendo dela quase um lago fechado, sem livre acesso ao mar. No mar próximo à praia, os peixes eram aos milhares (sem predadores humanos), para delícia dos turistas que lhe atiravam pão, para os verem dançar na luta por mais alimento.
Porque os nossos objectivos não eram só praia, mas conhecer a ilha, partimos à descoberta. Esplêndidas povoações, em que a pedra, como elemento construtivo é rainha. Algumas de difícil acesso nos nossos dias, imagine-se no passado (aliás, pelo que nos foi dado entender, a difícil acessibilidade era uma das tácticas utilizadas pelos residentes para se sentirem mais seguros, relativamente aos povos que vinham do mar, sobretudo os piratas).
Um dos túmulos da Catedral de Palma com o símbolo dos piratas bem visível
Que os houve e até com papel de destaque na Ilha, provam-no diversos vestígios, entre os quais alguns túmulos no chão da própria catedral de Palma de Maiorca. Refira-se que a capital – onde nem falta uma imponente Avenida de Portugal – é a única cidade antiga, que do mar se acede de forma directa e fácil (apesar das imponentes muralhas que a protegiam, desde o passado medieval).
Avenida de Portugal em Palma de Maiorca
Entre as seculares povoações em pedra, sobretudo na parte central e oeste da ilha, destacamos Andratx, Inca, Santa Maria, Valldemossa, Soller e Alcúdia, estas últimas três com os seus pequenos portos de mar, quase sempre de difícil acesso por terra, obrigando a serpentear, por estreitas estradas, as descidas íngremes até ao mar. Da paisagem, para além das composições em pedra que o Criador esculpiu, aparecem oliveiras milenares e outras árvores e culturas tipicamente mediterrânicas.
Alcúdia, a parte velha, dentro de muralhas está encerrada ao trânsito, mas toda a vida comercial que se anima “dentro de portas” casa bem com o rico património histórico e se volta para o turismo. A construção tradicional predomina em tudo o que a vista alcança: chão, paredes, casas, mansões (pertencentes a ricos proprietários da ilha) e igrejas. Entre os principais monumentos da histórica cidade refira-se o antigo teatro romano.
Uma das entradas de Alcúdia
Soller é uma pequena cidade situada num vale coberto por laranjeiras e oliveiras. Com elegantes casas senhoriais, em estilo modernista, herança de uma época próspera devido à importância do seu centro comercial. Entre cidade e o seu porto de mar e praia circula um pequeno comboio, nesta altura, quase sempre sobrelotado. Na igreja matriz, em estilo neogótico, devotada a S. Bartolomeu, existe uma cópia muito boa do Santo Sudário de Turim, onde se explica: «esta tela é uma cópia do Santo Sudário de Turim. Segundo a tradição cristã e claras evidências científicas e históricas é o pano que utilizou José de Arimateia para amortalhar o corpo de nosso Senhor Jesus Cristo. Este quando ressuscitou emitiu tal energia que projectou a sua figura no tecido».
Cópia do Santo Sudário de Turim
Valldemossa é outra localidade muito atractiva e que está em todos os roteiros turísticos da ilha. Um dos locais mais procurados da povoação é o conjunto monumental de La Cartuja, onde se hospedaram George Sand e Frederic Chopin, durante o inverno de 1838-1839, e que este último considerou o sítio mais bonito do mundo, onde não se importaria de terminar os seus dias. O piano de Chopin, cartas e retratos que narram a estadia do casal em Maiorca, estão conservados num pequeno museu. Estivemos em Valldemossa nas vésperas da festa da padroeira, Santa Catalina Thomas, que é natural dessa localidade e a sua imagem faz parte da memória iconográfica de cada rua, quase até de cada casa.
Santuário de Santa Catalina na casa onde nasceu em Valldemossa
Trata-se de uma menina que foi órfã de pai aos 3 anos e de mãe aos 7 anos, tornando-se empregada doméstica, vestindo o hábito quando adulta, em Palma. Modelo de vida humilde, fervorosa fé e contactos com o Além foram os argumentos para a sua beatificação na primeira metade do século XX, apesar de ter vivido no século XVI. Seria sepultada na Capela de Santa Maria Madalena, em Palma de Maiorca.
A decoração festiva de um dos largos de Valldemossa
Na capital – Palma – há muito para ver, a começar pela Catedral e pelo seu tesouro. Depois há museus, a Plaza Mayor e, porque não, os Banhos Árabes. Datados dos finais do século XI, princípios do seguinte, é possível ver, sem grandes adulterações, a primitiva câmara central destinada aos banhos quentes e as colunas que a cercam e sustentam a cúpula com clarabóias.

Faltou ver a parte Oriental da ilha, que ficará para próxima visita.

domingo, 7 de agosto de 2011

Premiados do 1º Concurso de Quadras Populares do Clube Peões da Caparica


Depois de realizada a cerimónia de entrega de prémios, o Clube Peões da Caparica tem o prazer de divulgar os trabalhos premiados.

1º Classificado - Quadra nº 10 - Ivan Nascimento
2º Classificado - Quadra nº 55 - Ana Paula Augusto
3º Classificado - Quadra nº 18 - Custódia Nascimento

Menções Honrosas:
Quadra nº 12 - Geraldo Trombin
Quadra nº 14 - Carlos Cardoso Luís
Quadra nº 19 - Diogo Cunha
Quadra nº 23 - António Jesus Simões
Quadra nº 46 - Maria Pereira
Quadra nº 52 - Marianela da Costa


1º Classificado - Quadra 10
Perfume de manjerico,
Festa e tradição.
As sardinhas, um petisco!
Caparica é S. João.

2º Classificado - Quadra 55
Caparica sai à rua
Com o seu arco e balão.
Vão todos em festa
Na noite de S. João!

3º Classificado - Quadra 18
Caparica está em festa,
É dia de S. João.
Anda para a rua comigo
Com arquinho e balão.

Menções Honrosas:

Quadra 12
Quadrilha, fogos, balão
Enfeitam o céu e o chão.
Caparica e São João
Fazem festa d’emoção.

Quadra 14
Sardinha é coisa rica,
Pescador é gente honesta,
O Junho na Caparica,
É um mês sempre em festa.

Quadra 19
Caparica é uma festa
Vou bailar no S. João
Depois de dormir a sesta
Vou comer sardinha no pão.

Quadra 23
Corri mundo à procura
De uma festa popular,
Toda a gente me assegura:
Na Caparica vais ficar.

Quadra 46
Festejar os Santos Populares
é para gente pobre e gente rica;
Mas Festa de verdade,
só aqui na Caparica.

Quadra 52
Caparica, a festejar,
Veste a renda das marés
E os santos populares
Na festa caem-lhe aos pés!

Agradecemos a participação de todos os concorrentes, bem como a disponibilidade do júri e o apoio da CMA e da Junta de Freguesia da Caparica.

Contamos com todos para próximas iniciativas!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Entrega de Prémios do 1º Concurso de Quadras CPC e da 1º Jornada da Liga Fotográfica CPC

O Clube Peões da Caparica tem o prazer de anunciar que a entrega dos prémios do 1º Concurso de Quadras CPC e da 1º Jornada da Liga Fotográfica CPC, se realizará no próximo dia 6 de Agosto Sábado.

Local: Escola Básica e Integrada com Jardim de Infância da Vila Nova de Caparica
Rua Pedro Álvares Cabral (EB1/JI), Vila Nova de Caparica, 2825-049 Caparica

Horário: 11h00

Contamos com a presença de todos, para mais um momento de troca e partilha de experiencias.

domingo, 31 de julho de 2011

2ª Jornada da 1º Liga Fotográica CPC



REGULAMENTO DA 1ª LIGA FOTOGRÁFICA DO CLUBE PEÕES DA CAPARICA

[OBJECTIVO]

a) A 1ª Liga Fotográfica do Clube Peões da Caparica é organizada pela Secção de Aventura e Cultura, com o objectivo de dar a conhecer o município na sua vertente turística e artística.

[REALIZAÇÃO]

a) A Liga realiza-se durante 3 meses, Julho, Agosto e Setembro de 2011, sendo que cada mês terá um tema diferente.

[FORMA DE PARTICIPAÇÃO]

a) A participação está aberta a todos os interessados, bastando para tal ter uma máquina fotográfica digital.

b) O envio das fotos deve ser feito até ao dia 30 de cada mês, para o endereço electrónico 1ligafotograficacpc@gmail.com. Fornecendo nome e idade se for membro de uma equipa que esteja a participar no prémio Bulhão Pato deve indicar também o nome da equipa, telefone e e-mail.

c) Esta iniciativa conta para o prémio Bulhão Pato, tendo cada equipa conforme o número de participantes e resultados alcançados, mais pontos no somatório final.

d) A iniciativa é gratuita.

e) As imagens têm de ser gravadas em formato jpeg, na resolução mais alta que o aparelho tiver.

f) Cada Concorrente pode participar com 3 fotografias por mês.

g) Não serão aceitas fotografias depois das 00:00 do dia 30 de cada mês.

[JÚRI]

a) O júri será composto por um especialista da área.

b) O júri é soberano nas suas decisões, não cabendo recurso sobre as mesmas, e poderá não atribuir a totalidade dos prémios ou mesmo qualquer prémio se os trabalhos não tiverem o nível pretendido.
[CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO]

a) Os trabalhos serão avaliados em 7 categorias, cada uma delas com cotação de 1 a 10 pontos.

- Adequação ao Tema

- Qualidade Gráfica (Cor, contrastes)

- Enquadramento (Tipo de Planos e Regras Fotográficas)

- Criatividade (Perspectiva dos fotógrafos e do espectador)

- Expressividade (Perspicácia na interpretação)

- Simbolismo (mensagem a transmitir)

- Correcta identificação dos Trabalhos (dados)
[PRÉMIOS]

a) Os prémios serão sempre simbólicos uma vez que o clube não cobra taxa de inscrição e por conseguinte não possui uma verba para a aquisição de qualquer lembrança. Serão portanto, ofertas das entidades que nos apoiam.

b) Os vencedores serão anunciados durante o mês seguinte.

c) Os prémios serão anunciados oportunamente.

[DIREITOS DE UTILIZAÇÃO]

a) O Clube Peões da Caparica ficará detentor dos direitos de utilização sobre todas as imagens da Liga podendo usá-las futuramente, salvaguardando a identificação dos autores.

[OMISSÕES]

a) A participação na Liga pressupõe a aceitação do presente regulamento, cujos casos omissos serão resolvidos pela organização.

Participem, como alguém disse..."uma imagem vale mais do que mil palavras"

Divulgação dos membros do Juri

Membros do Júri




Concurso de Quadras do CPC

Rosa Fernandes
Frequentou o curso de Arte e Design no Liceu Dom Joao de Castro em Lisboa e tem o curso de fotografia que tirou no Liceu Rainha Dª Amélia em Lisboa. Actualmente a minha actividade profissional é monitora de ATL e dinamizadora de biblioteca escolar / Ler+ no Cre.

Marco Praça
Licenciado em Filosofia pelo Instituto Universitário Moura Lacerda, em Ribeirão Preto, Brasil. Actualmente realiza o Mestrando em Educação e Sociedade do ISCTE-IUL, Lisboa.



Liga Fotográfica CPC

Inês Carvalho
Animadora sociocultural, actualmente desenvolve projectos artísticos com crianças dos 6 aos 10 anos na EB1JI Charneca de Caparica.
Desde sempre se dedicou ao estudo e à reprodução de imagens fotográficas tendo feito uma formação em técnicas e processos fotográficos na ESO3.

Marco Praça
Licenciado em Filosofia pelo Instituto Universitário Moura Lacerda, em Ribeirão Preto, Brasil. Actualmente realiza o Mestrando em Educação e Sociedade do ISCTE-IUL, Lisboa.

domingo, 24 de julho de 2011

1º Concurso de Quadras CPC

Terminado o período de envio dos trabalhos a concurso, do 1º Concurso de Quadras Populares do Clube Peões da Caparica, a organização apresenta os 21 concorrentes que enviaram um total de 58 quadras.

1-Francisco Costa Junior (Parede)
2-Geraldo Trombin (São Paulo)
3- Custódia Nascimento (Vila Nova da Caparica)
4-Victor Batista (Barreiro)
5-Mário Brito (S. Pedro do Estoril)
6-Carlos Cardoso Luís (Costa da Caparica)
7- Ivan Nascimento (Vila Nova de Caparica)
8-Silvia Gomes (?)
9-António Simões (Pousaflores - Ansião)
10-Victor Nascimento (Vila Nova da Caparica)
11-Madalena Silva (Caldas da Rainha)
12-Joaquim Sá (Espinho)
13-Mónica Gomes (?)
14-António Amaral (Vila Nova de Caparica)
15-Diogo Cunha (Charneca de Caparica)
16-João Calado (Oeiras)
17-Carolina Fernandes (Charneca de Caparica)
18- Maria Isabel Pereira (Rio de Mouro)
19- Ana Paula Augusto (Corroios)
20- Carlos Pereira (?)
21- Marianela da Costa (Parede)

Como poderão observar, vários concorrentes já participaram em anteriores iniciativas do Clube, mas temos bastantes participantes novos.Interessante será o facto de existirem concorrentes dos 4 "cantos" do país bem como uma participação internacional.

Neste momento o júri fará as suas deliberações para escolher os premiados. Para além dos 3 primeiros prémios, o júri poderá atribuir as menções honrosas que achar convenientes. Nenhum participante poderá obter mais do que um prémio.
Os resultados serão anunciados em cerimónia com data a confirmar.

BOA SORTE A TODOS!

Relembramos que está a decorrer a 1ª jornada da Liga fotográfica e que todos podem participar de forma gratuita.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Sobreda da Caparica, de Israel com surpresa e encantamento...

Estou em Israel desde Terça Feira 19 Julho 2011.
Visitámos rapidamente Jafa. Um Porto de mar junto de TelAviv.
Por ali passaram os Cruzados, Napoleão a Caminho do Egipto .... Marco António quando foi dar o primeiro beijo a Cleópetra. Era a única passagem da Europa da Sul para a Ásia.

Teatro Romano em Cesareia - Israel (Foto de Vicente Parisi)
Hoje visitámos Cesareia, que eu pensava ser apenas uma Região, e afinal é mesmo a Cidade Romana mais importante desta zona do mundo antigo. Ali vivia Pôncio Pilatos com todos os luxos Romanos antes de se ter metido em alhadas no Processo da Morte de Jesus, o Nazareno Galileu .... Passámos por Caná onde Jesus realizou um improvável primeiro sinal milagroso por ocasião de umas Bodas onde veio a faltar o Vinho. Por pedido de sua mãe Maria quer lhe tez notar essa falta, e um pouco apanhado de surpresa, Jesus da água das purificações judaicas, como das nossas necessárias purificações, fez brotar vinho como de uma fonte viva. Animou o coraçção dos noivos. Esste testemunho de estar do lado do amor conjugal como fonte e alimento de uma nova fraternidade, sentiu-se ainda hoje aqui entre nós....
Por hoje vamos dormir, que aqui são mais duas horas e o tempo de acordar amanhã é às 6.30h...
Abraço....
Jorge Oliv.sj

sábado, 16 de julho de 2011

Lua Cheia nas Terras da Costa

Ontem, dia 15 de Julho, realizou-se uma caminhada nocturna nas terras da costa, organizada pelo CDCR dos CTT de Almada. Esta teve início às 21h30 em frente ao Convento dos Capuchos, e término no mesmo local.


A caminhada, de dificuldade médio/fácil, teve a duração de 4 horas e teve a participação de 261 caminhantes. Quatro destes caminhantes foram os peoninos Anabela, Manuel, António e Ana. Estava previsto participar um outro membro dos Peões, mas à última hora não pôde comparecer.


Do Convento dos Capuchos dirigimo-nos até às praias onde, alguns dos participantes aproveitaram para além de banhos de luar, experimentarem banhos de mar nocturnos. Na praia da Mata foram-nos oferecidas garrafas de água e bolachas. Regressámos ao Convento dos Capuchos contentes, estafados, e expectantes de que proximamente haverá mais iniciativas com sucesso como esta!

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Correio da Manhã_Quadras Populares CPC


A revista "Domingo" do Correio da Manhã de ontem, dia 10 de Julho 2011, à página 71 publicita o nosso concurso de Quadras Populares.

Aproveitamos para rectificar um ponto da notícia, os trabalhos devem ser enviados para o endereço electrónico quadrascpc@gmail.com e não para o mail do clube.

Após vários pedidos de informação somos informar que o final do Concurso de Quadras é agora 22 de Julho.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

1ª Liga Fotográfica CPC



REGULAMENTO DA 1ª LIGA FOTOGRÁFICA DO
CLUBE PEÕES DA CAPARICA


[OBJECTIVO]
a) A 1ª Liga Fotográfica do Clube Peões da Caparica é organizada pela Secção de Aventura e Cultura, com o objectivo de dar a conhecer o município na sua vertente turística e artística.

[REALIZAÇÃO]
a) A Liga realiza-se durante 3 meses, Julho, Agosto e Setembro de 2011, sendo que cada mês terá um tema diferente.

[FORMA DE PARTICIPAÇÃO]
a) A participação está aberta a todos os interessados, bastando para tal ter uma máquina fotográfica digital.
b) O envio das fotos deve ser feito até ao dia 30 de cada mês, para o endereço electrónico 1ligafotograficacpc@gmail.com. Fornecendo nome e idade se for membro de uma equipa que esteja a participar no prémio Bulhão Pato deve indicar também o nome da equipa, telefone e e-mail.
c) Esta iniciativa conta para o prémio Bulhão Pato, tendo cada equipa conforme o número de participantes e resultados alcançados, mais pontos no somatório final.
d) A iniciativa é gratuita.
e) As imagens têm de ser gravadas em formato jpeg, na resolução mais alta que o aparelho tiver.
f) Cada Concorrente pode participar com 3 fotografias por mês.
g) Não serão aceitas fotografias depois das 00:00 do dia 30 de cada mês

[JÚRI]
a) O júri será composto por um especialista da área.
b) O júri é soberano nas suas decisões, não cabendo recurso sobre as mesmas, e poderá não atribuir a totalidade dos prémios ou mesmo qualquer prémio se os trabalhos não tiverem o nível pretendido.

[CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO]
a) Os trabalhos serão avaliados em 7 categorias, cada uma delas com cotação de 1 a 10 pontos.
- Adequação ao Tema
- Qualidade Gráfica (Cor, contrastes)
- Enquadramento (Tipo de Planos e Regras Fotográficas)
- Criatividade (Perspectiva dos fotógrafos e do espectador)
- Expressividade (Perspicácia na interpretação)
- Simbolismo (mensagem a transmitir)
- Correcta identificação dos Trabalhos (dados)

[PRÉMIOS]
a) Os prémios serão sempre simbólicos uma vez que o clube não cobra taxa de inscrição e por conseguinte não possui uma verba para a aquisição de qualquer lembrança. Serão portanto, ofertas das entidades que nos apoiam.
b) Os vencedores serão anunciados durante o mês seguinte.
c) Os prémios serão anunciados oportunamente.

[DIREITOS DE UTILIZAÇÃO]
a) O Clube Peões da Caparica ficará detentor dos direitos de utilização sobre todas as imagens da Liga podendo usá-las futuramente, salvaguardando a identificação dos autores.

[OMISSÕES]
a) A participação na Liga pressupõe a aceitação do presente regulamento, cujos casos omissos serão resolvidos pela organização.

Participem, como alguém disse..."uma imagem vale mais do que mil palavras"

segunda-feira, 13 de junho de 2011

1º Concurso de Quadras CPC

O Clube Peões da Caparica realizará até ao dia 22 de julho o 1º Concurso de Quadras CPC, é uma iniciativa que pretende comemorar os santos populares, as tradições, a alegria, os aromas e a harmonia da época.


Não deixem de participar!


REGULAMENTO DO 1º CONCURSO DE QUADRAS POPULARES DO CLUBE PEÕES DA CAPARICA

O 1º Concurso de Quadras populares do CPC é uma iniciativa organizada pela Secção Aventura e Cultura, que tem como objectivo a busca valorativa da escrita enquanto forma de expressão artística dinâmica e multifacetada, estimulando a criatividade daqueles que se dedicam, de forma profissional ou amadora, ao prazer de transmitir mensagens e sentimentos através da escrita.

(Participantes)
a) O concurso é aberto a todos os poetas amadores e profissionais.
b) Aos membros do júri é vedada a participação bem como aos seus familiares directos.

(Tema)
a) O tema do Concurso são as festas populares, mais especificamente Sto. António, São João e São Pedro.

(Trabalhos)
a) Cada participante pode apresentar a concurso até 3 Quadras.
b) Só serão aceites trabalhos originais em Língua Portuguesa, e que não tenham sido premiados em outros concursos.
c) Os trabalhos deverão ser enviados com a seguinte informação: o nome do autor, pseudónimo, idade, morada, telefone, e-mail.
d) As obras admitidas a concurso terão de respeitar as seguintes características gráficas: formatação normalizada de uma página A4 do Word, em Fonte Times New Roman, tamanho 12 com espaçamento 1,5 entre linhas.
e) Os trabalhos terão de ser inéditos e propriedade do autor, não se responsabilizando a organização, por plágios ou direitos de autor.
f) As quadras terão de conter obrigatoriamente as palavras Caparica e Festa.

(Prazo de entrega)
a) Os trabalhos poderão ser enviados até dia 22 de Julho de 2011, para: quadrascpc@gmail.com ou através de correio para a morada: Clube Peões da Caparica, R. Pedro Álvares Cabral (EB1), Vila Nova de Caparica, 2825-049 Caparica. Os trabalhos enviados por correio deverão vir em envelope duplo. A informação de contacto no envelope exterior e no envelope interior os trabalhos com pseudónimo.


(Júri)
a) O júri será constituído por um especialista da área e outros convidados de reconhecido mérito:
b) A decisão do júri é final e irrevogável não cabendo recurso.

(Critérios de Avaliação)
a) Os trabalhos serão apreciados em função de três critérios:
b) - Adequação ao Tema
c) – Correcção linguística (utilização de português correcto com ou sem acordo ortográfico)
d) - Criatividade (Perspectiva dos Poetas e do espectador)
e) - Expressividade (Perspicácia na interpretação)
f) - Simbolismo (mensagem a transmitir)
g) - Correcta identificação dos Trabalhos (dados)

(Prémios)
a) Os prémios serão sempre simbólicos uma vez que o clube não cobra taxa de inscrição e por conseguinte não possui uma verba para a aquisição de qualquer lembrança. Serão portanto, ofertas das entidades que nos apoiam.
b) Os vencedores serão anunciados durante o mês seguinte.
c) Os prémios serão anunciados oportunamente.

(Disposições finais)
a) A organização CPC reserva-se o direito de expor, publicar ou reproduzir quaisquer dos trabalhos premiados, salvaguardando sempre a indicação do autor.
b) A apresentação dos trabalhos pressupõe a plena aceitação do presente regulamento.

(Diversos)
a) Os casos omissos do presente regulamento serão resolvidos pelo júri.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

terça-feira, 31 de maio de 2011

28º Festival de Almada - Teatro de 4 a 18 de Julho

De 4 a 18 de Julho de 2011 vamos ter o 28º Festival de Almada - Teatro. Mais informações em
http://www.ctalmada.pt/.

sábado, 23 de abril de 2011

Workshops na Casa da Cerca -Almada Velha


WORKSHOP DE ILUSTRAÇÃO CIENTÍFICA com Pedro Salgado

Nesta acção de formação abordam-se técnicas e metodologias básicas de ilustração científica, dando-se ênfase particular ao desenho de observação realizado no exterior – jardim – sempre que possível. Para além das técnicas a preto e branco e cor demonstradas e realizadas com exercícios práticos na aula, cada participante irá desenvolver um caderno de campo (diário gráfico, sketchbook), onde a prática continuada do desenho de modelos naturais deverá conduzir a um desenvolvimento progressivo do vocabulário gráfico, através da experimentação de técnicas e estilos desde o esboço rápido à representação mais rigorosa de formas, volumes e texturas, desde a flor à paisagem.

ABRIL: 30
MAIO: 7, 14, 21,28
SETEMBRO: 4, 11, 18, 25
OUTUBRO: 2

Horário: das 14h às 17h
Destinatários: Educadores, Professores, Adultos, Curiosos e Artistas
Inscrições: 21 272 49 50/60. Máx. 15 formandos
Custo da Inscrição: 255 Euros
Observações: entrega de material teórico e certificado de participação
Organização: Mapa das Ideias

Atelier de Desenho de Natureza na Casa da Cerca
Atelier de Desenho no Jardim Botânico, 2010

ATELIER DE DESENHO DE NATUREZA NO JARDIM BOTÂNICO - 4 DESENHOS PARA O JARDIM DA CASA DA CERCA

Concepção e Orientação: Francisco Pinheiro

Neste atelier propõe-se a criação de quatro grandes desenhos que vão ocupar diferentes áreas do Jardim Botânico da Casa da Cerca O Chão das Artes. Os participantes adquirirem noções práticas simples - que promovem a descoberta de modos de ver e capacidade de expressão própria - para num segundo momento dar o seu contributo naquele que será o desenho colectivo.
A partir de 4 temáticas – que se repetem num segundo mês – são exploradas as diferentes qualidades deste Jardim e sua relação com a arquitectura da Casa da Cerca.

DESENHAR UM PERCURSO: 8 de Maio // ou 5 de Junho
DESENHAR A ÁRVORE – 15 de Maio // ou 12 de Junho
DESENHAR SOBRE AS SOMBRAS – 22 de Maio // ou 19 de Junho
DESENHAR A ÁGUA E A LUZ – 29 de Maio // ou 26 de Junho

Horário: Domingos, das 14h às 17h
Destinatários: todos os interessados com ou sem experiência nas artes plásticas; artistas, professores, educadores, estudantes (maiores de 14 anos).
Nº máx. Participantes: 15
Inscrições: 21 272 49 50/60
Custo da inscrição: 75 Euros
Observações: entrega de material teórico e certificado de participação.
Organização: Mapa das Ideias

Curso livre de História de Arte
HOBBEMA, Meyndert, Pintor Holandês
(Amesterdão, 1638 - 1709)
O moinho de água, 1663-68

CURSO LIVRE DE HISTÓRIA DE ARTE - Um Olhar sobre o Natural

Formadora: Emília Ferreira

Do mundo antigo ao contemporâneo, quatro sessões livres sobre a temática da Natureza, na sua relação com as Artes Plásticas ao longo da História. Este curso de quatro sessões, destina-se a todos os interessados pela Historia da Arte, com ou formação específica na área.

Datas: Maio: 4, 11, 18, 25
Horário: Pós-laboral (das 19h às 21h).
Destinatários: adultos.
Inscrições: 21 272 49 50/60.
Nº de participantes: sujeitos à lotação da sala (aprox. 45). Gratuito.


(retirado do site da Casa da Cerca)

terça-feira, 12 de abril de 2011

Grutas Škocjanske - Eslovénia

A Eslovénia é um país próspero situado da zona dos Balcãs. A Eslovénia é um dos novos países europeus que surgiu na  década de 90 do sec. XX, em consequência da desintegração da Jugoslávia.


Este país apresenta características naturais únicas. O rio Reka (na foto acima) é uma dessas marcas. Este rio percorre, cerca de 50 km, até chegar à região de Kras (um planalto calcário situado na fronteira entre a Eslovénia e Itália). Aí, subitamente afunda-se 90 metros e transforma-se num rio subterrâneo, originando uma das mais magníficas grutas da Europa - Grutas Škocjanske.


O comprimento total do sistema de cavernas Škocjanske é de cerca de 6 km (dos quais apenas 3 estão abertos ao público), com magnificas cascatas e lagos. Em duas partes deste complexo houve abatimento da gruta.

O que distingue as Grutas Škocjanske de outras cavernas subterrâneas é a garganta, um resultado excepcional de milhões de anos. Há também as câmaras subterrâneas, como Câmara de Martel, com 308 metros de comprimento, 89 metros de largura e 150 metros de altura, com a maior secção transversal atingindo 12.000 metros quadrados.

http://www.tourismontheedge.com/places/skocjan-caves-slovenia-an-exceptional-underground-canyon.html

Em 1986, devido às suas características excepcionais, as Grutas Škocjanske foram inscritas na lista da UNESCO do património natural e cultural mundial.

Após o complexo de gruta, o Reka desaparece entre as rochas e surge 30 km depois na planície, já em Itália, junto a Trieste.

O site oficial: http://www.park-skocjanske-jame.si/
Algumas fotos de 360º do interior da gruta: http://www.burger.si/Jame/SkocjanskeJame/SkocjanskeJame/seznam.html

domingo, 10 de abril de 2011

Passeio Pedestre de Cacilhas ao Ginjal



A Secção de Aventura e Cultura do Clube Peões da Caparica realizará no Próximo dia 30 de Abril de 2011 um Passeio Pedestre que terá ínicio em Cacilhas e passará pelo ginjal, pela zona histórica de Almada, entre outros pontois de grande interesse histórico e cultural.

Ao mesmo Tempo realizará o 1º (de dois) momentos referentes à 1ª Maratona Fotográfica do Clube.

Segue abaixo o regulamento do Passeio e brevemente será publicado o regulamento da Maratona.

Contamos convosco para mais esta iniciativa que será sem dúvida muito enriquecedora para todos.

Regulamento

1 - O Clube Peões da Caparica (http://peoes-caparica.blogspot.com) organiza o Passeio Pedestre de Cacilhas ao Ginjal – Uma História em Ruínas que decorrerá no dia 30 de Abril de 2011 (Sábado) pelas 15h00.

2 – O Passeio tem como objectivo a dinamização da secção de Aventura e Cultura no seio do Clube Peões da Caparica, proporcionando momentos de lazer e relaxamento associados ao interesse pelo património existente no nosso Concelho, bem como a promoção de uma vida activa e saudável.

3 – A caminhada está aberta a todos os participantes, qualquer que seja a sua faixa etária, representantes ou não de outros clubes, colectividades, organizações populares, empresas e individuais, que se encontrem aptos, física e psicologicamente, para o esforço que lhes é exigido pela sua participação.

4 – Esta Caminhada terá como ponto de encontro, o Posto de Turismo de Cacilhas pelas 15h00.

5 – O percurso é circular, tendo como origem e destino, Posto de Turismo de Cacilhas. O Passeio será feito pela zona ribeirinha de Cacilhas e Ginjal A distância do percurso é de aproximadamente 3 km e considerada de grau de dificuldade baixo -médio com tempo de percurso aproximado de duas horas.

6 – Não será admitido o uso de bicicletas, skates ou patins, ou outro qualquer veículo ou meio de locomoção.

7 – Todas e quaisquer irregularidades ou atitudes consideradas anti-desportivas pela organização, cometidas pelos caminhantes, serão motivos de exclusão dos mesmos no evento.


8 – As inscrições são obrigatórias, devendo estas ser feitas até dia 22 de Abril para peoes.caparica@gmail.com. A contar para o Prémio Bulhão Pato

- As inscrições terão um custo simbólico referente a despesas de logística: 3 Euros o Grupo de Sócios e familiares e 4 euros Não Sócios ou mais de dois não sócios na equipa.

 9 – Serão aceites inscrições no próprio dia, junto do local de encontro, desde que o número limite de inscrições não esteja ultrapassado e não atrase ou perturbe o correcto funcionamento da caminhada.

10 – Não haverá qualquer classificação colectiva ou individual e eventuais prémios de participação serão simbólicos e distribuídos equitativamente por todos.

11 – Cada Participante deve levar consigo um poema, conto ou lenda de pequenas dimensões para partilhar com os restantes participantes, fomentando o espírito de grupo e o sentimento de amizade entre os caminhantes.

12 - O CAMINHANTE é responsável por todas as despesas de transporte, hospedagem e alimentação, seguros e quaisquer outros gastos necessários ou provenientes da sua participação no evento, antes, durante e após a mesma.

13 – O CAMINHANTE assume que participa no evento, por livre e espontânea vontade, isentando de qualquer responsabilidade os organizadores, patrocinadores, apoiantes e colaboradores, em seu nome e dos seus sucessores.

14 – Todos os casos omissos neste regulamento serão analisados e decididos pelos organizadores do evento, em consonância com os membros pertencentes à direcção do Clube Peões da Caparica.

15 – Qualquer dúvida ou informação deve ser esclarecida com a organização através do seu sítio http://cpeoes-caparica.blogspot.com ou seguinte contacto: peoes.caparica@gmail.com.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Esculturas de José Nobre - mostra na Sociedade Nacional de Belas Artes

video

arte é a visão do mundo
arte é o moldar das nossas emoções
arte é a prisão da nossa vida
arte diverte a nossa tristeza
arte provoca, adoça, conta, ri, chora.
uma ópera de razões alucinadas dos nossos olhos
dança de cor e risco
martelo, corte, esfuminho
papel bailarino
tela
é só mais um bocadinho arte, provoca, aprende e AMA.

leonor vieira


quinta-feira, 7 de abril de 2011

FOTOGRAFIA - Exposição Cultural, na Biblioteca Municipal José Saramago de 12 a 31 de Março de 2011

f o t o g r a f i a
MEMBROS DO JÚRI
Teresa Frade
Ricardo Ribeiro
Fernando Roussado

Concorrentes – Trabalhos exibidos na exposição da Biblioteca Municipal José Saramago

Ana Lima (Almada): Olhares; Sheikh
Carolina Fernandes (Almada): DES-FOLHA-DA; POssO; SOMBRA
Custódia Nascimento (Almada): mais perto de Deus; no Tempo da Costura; rasgos na memória
Edgar Gomes (Almada): Convento dos Capuchos; Jardim do Convento dos Capuchos; Parque de diversão Infantil
Ivan Nascimento (Almada): 3 Virtudes; Descobrindo; Os Olhos São Palavras
Patrícia Ferreira (Seixal): Cacilheiro no Porto Brandão; Cais no Porto Brandão; Foge, foge, que eu já te apanho
Ruben Nascimento (Almada): Chained; o meu mémé; was but not now
Rui Coelho (Cascais): Simplesme
nte Cascais; Água das Pedras; A Caminho...
Susana Simões (Ansião): Fim-de-semana na Caparica; Um olhar sobre a Costa … da Caparica
Verónica Luna (Almada): As cores do Monte da Caparica
Victor Nascimento (Almada): infinito; pegadas na areia; Saudade.


_________________ EXPOSIÇÃO VIRTUAL


1º Classificado de Fotografia - NO TEMPO DA COSTURA - Custódia Nascimento


Numa época onde tudo se produz industrialmente, lembrar que outrora as costureiras e os alfaiates faziam as peças por medida, e pensar no passado, sorrindo, relembrando os momentos e os tempos.

2º Classificado de Fotografia - SAUDADE - Victor Nascimento


As iguarias, os petiscos, as lembranças, as tardes com os amigos…
O que de mais tradicional se faz, os sabores, os cheiros, as delícias...

3º Classificado de Fotografia - POSSO – Carolina Fernandes
Castanho! Cor da Terra. E da resistência.


Menção Honrosa de Fotografia - OLHARES – Ana Lima


Momento de reflexão. De dentro para fora. O Olhar da Caparica posto no horizonte, no futuro, através da arte.



Menção Honrosa de Fotografia - CACILHEIRO NO PORTO BRANDÃO – Patrícia Ferreira


Esta fotografia é um tributo às carreiras dos cacilheiros que partiam da Trafaria, faziam uma curta paragem no Porto Brandão e rumavam até Belém.






domingo, 3 de abril de 2011

Exposição Cultural, na Biblioteca Municipal José Saramago de 12 a 31 de Março de 2011 - Poesia


POESIA

membros do júri:

♥♥♥ Ana Mercedes Pescada ♥♥♥ Marco Praça ♥♥♥ Renata Pinto ♥♥♥

concorrentes ♥♥♥ trabalhos

Ana Augusto (Seixal) - Recordações

Ana Bravo (Almada) - Inspiração; Provas

Custódia Nascimento (Almada): Porquê; Saudade Eterna; Sol

Fernando Amaro (Almada): Amizade; Vagueando

Geraldo Trombin (Americana/BRASIL): Arborescência; destarte; Dois em Um

Ivan Nascimento (Almada): Duas Almas; Tudo Tão Claro; Um Último Adeus

Maria Simões (Ansião): Dia dos Avós; Festa dos Avós; Passeio a Alter do Chão e Estremoz

Patrícia Ferreira (Seixal): Dúvida

Patrícia Rocha (Almada): A Tentação; Já Era!; Vamos Dançar

Raquel Gonçalves (Almada): Silêncios

Sofia Antunes (Almada): Eu Queria; MEMÓRIAS; TELEPATIA

Verónica Luna (Almada): As crianças são apenas crianças

Victor Nascimento (Almada): Esperança; Êxodo; Marinheiro

Os trabalhos patentes na exposição são aqueles que têm o nome sublinhado.

Na exposição estarão presentes apenas 18 trabalhos, e aqui, iremos apenas exibir os trabalhos premiados.

1º Classificado de Poesia

Fui semente!

Brotei.

Ganhei tronco

E membros.

Ramifiquei.


Em minha arborescência

Adquiri consistência.

Da minha árvore genealógica,

Cultivei a essência.

Plantado em solo fértil,

Vislumbro arvoredos

E passaredos.

Gero bons frutos,

Colho seus desfrutes.

Hoje sou homem-árvore

Provido de um norte:

Raiz forte fincada no passado;

Caule espesso elevado ao presente;

Galhos e mais galhos estendidos ao céu,

Como braços e abraços em copa,

Protegendo a vida,

O futuro em dossel.

ARBORESCÊNCIA de Geraldo Trombin – Americana | São Paulo | Brasil

2º Classificado de Poesia

Corria inocente e pura

Pela mão do velho,

Corria segura e feliz

Por onde ia,

Segurava-lhe a mão

Enrugada e queimada

Pelo sol e pelo tempo

Como quem se agarra à vida,

Enquanto caminhava

Contava os passos e ouvia

Palavras que se uniam

Contando uma história vivida.

MEMÓRIAS de Sofia Antunes – Almada

3º Classificado de Poesia


Já não te vejo mãe, junto a meu lado,

Tão cedo que partiste para o céu

Minha vida sem ti, escureceu,

Sem ti, passo chorando amargurado.

Na minha dor que há terminado,

Quantas vezes invoco o nome teu.

Embora a outra mãe que Deus me deu

Muito afecto me tenha consagrado.

Era criança ainda! Mal sabia

O que fosse perder amor de mãe

Na luta porfiada em cada dia


Não é, ó mãe, o teu amor miragem!...

Somente, agora tarde, entendo bem

Que em mim, é sempre viva, a tua imagem.


SAUDADE ETERNA de Custódia Nascimento – VN Caparica –- Almada